domingo, 28 de abril de 2013

Esquerda usa as "minorias": gays, mulheres, negros

- Alguém aí já ouviu falar que a União Soviética era uma grande democracia racial? Bem estranho acreditar nisso sabendo que era uma ditadura que submetia várias etnias à liderança de um único povo: o russo. Na URSS os judeus tinham menos direitos e eram impedidos de estudar em universidades top, só para dar um exemplo...
- Alguém ouviu dizer que na China as mulheres são tratadas com igualdade? Alguém acha razoável alguém dizer que é contra o machismo e, ao mesmo tempo, defender as ditaduras religiosas islâmicas, onde as mulheres não podem mostrar o rosto e estudar?
- Alguém já viu alguma declaração do Fidel a favor do casamento homossexual? A história conta que Fidel e Che colocaram todos os gays no paredão, porque não se encaixavam no perfil de trabalhador que eles queriam...
Não é claro que o comunismo não tem nenhuma conexão com liberdade ou democracia?
E porque, afinal, sempre que se fala em esquerdistas, se imagina um grupo que apoia o feminismo, o "movimento negro" e os homossexuais? Marx não se preocupava com isso! E nem os esquerdistas de hoje, essa é a verdade. Eles só estão usando uma velha estratégia de guerra, conhecida há milênios, que é a de "dividir para conquistar".
O que a esquerda quer é fazer com que os negros achem que sua situação é culpa da elite capitalista dominante, e branca, para criar a discódia! O "movimento negro" na verdade é um grupo de comunistas fingindo querer lutar pela igualdade, mas na verdade querendo usar os negros em sua luta pela implantação de uma ditadura Marxista. Eles não querem a igualdade, eles querem fomentar a divisão!
O que a pseudo-esquerda quer é fazer crer aos homossexuais que ser pela liberdade de escolha sexual é ser de esquerda. Mas isto, na verdade, não tem nada a ver. Ser socialista/comunista é querer uma ditadura. E ser pela liberdade de escolha é ser democrata. O comunismo está intimamente ligado com o totalitarismo e a censura, jamais existiu um "comunismo democrático".
O que a esquerda quer convencer é que só eles defendem as mulheres. Mais uma vez querendo dividir, querendo colocar o homem como o "malvado". Mas é só olhar para os países ricos e ver que onde o capitalismo mais floresceu, foi onde as mulheres conseguiram mais igualdade. Alguém, em sã consciência, acredita que o Lula é feminista? Alguém aí imagina o Lula lavando louça?
Os partidos vermelhos vivem querendo dizer que a direita usa a religião, embora eles sigam a pior religião da história (veja aqui). Mas vamos aos fatos:
- o PT cresceu baseado nas CEB, comunidades eclesiais de base, entidades católicas;
- foi o Lula que fomentou a criação de um partido de pastores, e colocou lá o José Alencar para conseguir cooptar esse grupo;
- o atual presidente da comissão dos direitos humanos, aquele pastor ridículo, chegou lá graças ao PT, que abriu mão dessa comissão e repassou ao partido dos pastores que muito queria essa posição, justamente para fazer o que está fazendo. O PT preferiu outras comissões, onde tinha "maiores interesses". Em resumo, agora que o PT está no poder, ele não dá a mínima para questões de homossexuais ou raciais.
Não está na hora da verdade vir a tona? Não está na hora de acabarmos com essa mentirada? Sou totalmente a favor da igualdade entre os sexos, da liberdade de opção sexual e da igualdade racial. Mas tudo isso são opções nada relacionadas à "luta de classes", não são bandeiras do comunismo. Os marxistas só usam esses grupos para chegar no poder, através da divisão. Chega de preconceitos, chega de divisão, chega de racismo: somos todos iguais, todos merecemos os mesmos direitos e o mesmo tratamento.
Acordem negros, gays e mulheres que ainda acreditam nessa manipulação: lutem por seus direitos, mas não caiam na armadilha dos "socialistas", que só quer usá-los como "inocentes úteis", algo que eles sempre fazem (eu mesmo fui um "inocente útil", quando estava na universidade). E quando eles conseguirem controlar tudo, não vão mais dar a mínima para vocês!

Leia também
O PT quer a ditadura: nunca foi tão claro!
Por que o socialismo não dá certo?
A pior religião da história
Em defesa dos direitos reprodutivos das mulheres
O racismo das cotas - por Helio de la Peña
Progresso: homossexuais
E, enfim, o Chavez se calou! 
"Esquerdistas" se tornaram pior que direita
Blogueira cubana: Esquerdistas não aceitam opiniões contrárias
O grande "legado" da esquerda ao Brasil!
Minha decepção com os petistas
A verdade sobre o péssimo governo Lula 

3 comentários:

  1. Parabéns, precisamos mais de pessoas e pensamentos assim!

    ResponderExcluir
  2. Ótimo texto meus parabéns espero que mais pessoas tenham acesso a isto

    ResponderExcluir
  3. QUANTA SELETIVIDADE, e só o que eu tenho a dizer do seu texto. Não sou socialista acredito no modelo econômico nordico, que é democrático livre e não é neoliberal, Tem que ser analfabeto em historia para acreditar que o capitalismo trata igualmente todos os seres humanos, pelo contrário ele tem a lógica do individualismo, naturaliza as diferenças sociais, na revolução industrial antes da existência das leis trabalhistas mulheres e crianças eram contratados e pagos com salários menores que os homens, o que ainda acontece hoje, eu não defendo ditaduras comunistas e concordo com suas criticas a elas, mas apontar o capitalismo como um anjo com belas azas é uma piada. Na fase inicial do capitalismo o escravismo foi essencial para que as monarquias nacionais acumulassem capital com o uso da mão de obra escrava de suas colonias, a escravidão só acabou por interesses do capitalismo em sua fase posterior, onde ter escravos já não era tão interessante, era interessante ter consumidores para manter a nova fase industrial do capitalismo, sem contar que não é preciso ser comunista para ser machista e homofobico, ate porque a direita conservadora sempre esteve ai para perpetuar o machismo na cultura ocidental.

    ResponderExcluir