domingo, 23 de junho de 2013

Minha visão das manifestações

Afinal, ser contra a corrupção é ser de direita???




Todos erramos. E ter a humildade de se desculpar e mudar de opinião, é coisa de poucos. O tão odiado Arnaldo Jabor, que muito foi citado pelos manifestantes ao falar que R$ 0,20 não merecia tanto manifesto, alguns dias depois pediu, no seu programa de rádio, desculpas, pois entendeu que a avaliação inicial não havia sido justa. Eu concordo com a opinião dele e também peço desculpas pelo meu primeiro post (vide aqui).
Não que tenha errado ao dizer que o MPL é um bando de esquerdistinhas típicos dos movimentos estudantis da vida. Sem dúvida são. Fiz questão de ver o Roda Viva com dois líderes na última segunda e eles se disseram, claramente, de esquerda, disseram que buscam uma "transformação radical da sociedade" (entenda com isso, revolução socialista) e agradeceram o apoio dos partidos alucinados e sem nenhum pé na realidade PSOL, PSTU (que defende a invasão até da casa deles, vide aqui) e PCO (que propôs, nas últimas eleições, um salário mínimo maior do que o PIB per capita do país). E isso ficou ainda mais provado quando eles resolveram não fazer mais passeatas porque, segundo eles, o movimento tinha virado de direita (ser contra a corrupção é ser de direita?).
Mas agradeço muito ao MPL por ter servido de estopim para acordar a juventude. Sim, serviram muito para mostrar aos jovens que podem ir para a rua e lutar. Os jovens do Brasil foram para a rua e levaram a pauta de todo o povo, de todos, e não apenas da esquerda radical e sectária. E a pauta dos R$ 0,20 foi complementada com o fim da corrupção, melhores serviços públicos (em especial, educação, saúde e segurança) e vários outros pontos de uma pauta democrática, como o fim da PEC 37 e o repúdio ao Feliciano. E a grande massa que foi para a rua, foi para reclamar dos nossos governantes, de todos os partidos: pois a corrupção, infelizmente, não está circunscrita a uma linha ideológica. Acredito, também, que boa parte dessa explosão democrática dos jovens na rua se deve a desilusão que o PT criou ao tomar o poder: ficou claro que aqueles que se diziam populares e honestos, se tornaram corruptos e insensíveis ao povo assim que chegaram ao planalto. Foi lindo ver jovens apartidários fazendo política, e renegando a tutela "oportunista" dos partidos de esquerda, porque política e partido não é a mesma coisa. É importante mostrarmos a todos os partidos que essa "política" que eles estão praticando hoje não pode se manter. E a voz das ruas foi clara nesse sentido.
Lógico que nunca vou apoiar violência. E foi lamentável ver esquerdistinhas defendendo a violência, dizendo que o "povo humilde e sofrido explodiu". Não, a violência não veio do povo humilde e sofrido: o povo brasileiro é da paz em sua grande maioria. A violência veio de jovenzinhos ricos e rebeldes (viram o "estudante de arquitetura" em SP?) e de grupos de vândalos (teve traficante foragido que foi preso no meio dos quebra-quebras). Para esses, acho que o justo é mesmo a repressão forte da polícia e a prisão para aqueles que quebraram patrimônio público (que é de todos e pago com dinheiro dos pobres) e de patrimônio privado (duvido que os vândalos gostariam que quebrassem as casas deles).
Os governos saíram em desespero tentando acabar com as passeatas. E concederam descontos de ônibus, a parte mais fácil das solicitações. Mas espero que a luta continue, pacífica mas forte nas ruas, até que nossos políticos entendam que é preciso mudar. O movimento precisa se organizar melhor, as pautas tem que ser mais claras, a violência precisa ser fortemente renegada, mas é um ótimo começo mostrar que nossos jovens não vão continuar aceitando tantos absurdos vindos dos nossos governantes.

Veja também
Protestos, democracia e violência: tentando ver todos os lados
Os protestos: quando não há nada certo! (o primeiro post)
Os professores, os salários absurdos e a infeliz realidade brasileira

O Brasil é a pátria de chuteiras - hipócritas!
Esquerda usa as "minorias": gays, mulheres, negros
O PT quer a ditadura: nunca foi tão claro!
Carta de um policial nos protestos de São Paulo

PSTU garante solução para os sem-teto de Campinas
Muito mais mortes de índios: agradeça ao PT
Por que o socialismo não dá certo?
Em defesa dos direitos reprodutivos das mulheres
O racismo das cotas - por Helio de la Peña
Progresso: homossexuais
E, enfim, o Chavez se calou! 
"Esquerdistas" se tornaram pior que direita
Blogueira cubana: Esquerdistas não aceitam opiniões contrárias
O grande "legado" da esquerda ao Brasil!
Minha decepção com os petistas
A verdade sobre o péssimo governo Lula 

Nenhum comentário:

Postar um comentário