domingo, 23 de junho de 2013

O discurso da Dilma: não sei se é para rir ou para chorar...

É para rir o pronunciamento da Dilma? Eu ouvi, MESMO?, uma PTista dizer, em rede nacional, que não vai aceitar manifestações que não sejam pacíficas e que não sigam a lei? Se eu não tivesse vendo a Dilma, poderia jurar que estava escutando um discurso de algum militar, do Erasmo Dias ou algum outro direitista radical. 
Ué, quando o PT era oposição valia quebrar tudo e quando é governo quem quebra é arruaceiro? Justo a Dilma que praticou terrorismo na sua história de luta política, em um grupo que literalmente explodiu inocentes quando estava na oposição? O PT que sempre liderou ações violentas, críticas desrespeitosas, xingamentos, etc., mudou de opinião?
Gostaria de saber se, a partir de agora, o MST, controlado pelo PT, não vai mais usar violência nem desobedecer as leis? Vão deixar de fazer invasões e enfrentar policiais? 
Também gostaria de saber porque as manifestações podem ser coibidas porque impedem o direito de ir e vir, mas o governo pode bloquear uma área de 2km ao redor dos estádios da FIFA por questões de segurança: e o direito de ir e vir nesse caso?
Deixo claro, sou contra totalmente a violência, e acho que a violência só tira o brilho das manifestações. Jamais será justificado alguém atacar outros, mesmo que sejam policiais, jamais será correto quebrar patrimônio público ou privado: o mais básico de todas as regras de cidadania é não fazer algo com os outros que você não gostaria que fizessem com você. Mas, se tem um partido que não tem estatura moral para pedir manifestações pacíficas, é justamente o PT.
O único ponto positivo do pronunciamento da Dilma foi ela indicar apoio à destinação dos royalties para a educação. Mas isso só valerá a pena se for um valor a mais para a educação: não pode ser como fizeram com o dinheiro do imposto do cheque: eles usaram esse imposto só para a saúde mas tiraram o dinheiro que antes era direcionado para a saúde. E tem que ser um dinheiro realmente direcionado à educação: em Campinas, por exemplo, o governo anterior comprou kits ecológicos que nunca foram usados porque estava "sobrando" caixa na área da educação. E o governo atual está propondo usar verbas da educação para reformar teatros: educação é escola, é salário de professores, é ter boa merenda, psicólogos e todo o atendimento que as crianças merecem... 

Veja também
Minha visão das manifestações
Protestos, democracia e violência: tentando ver todos os lados
Os protestos: quando não há nada certo! (o primeiro post)
Os professores, os salários absurdos e a infeliz realidade brasileira

O Brasil é a pátria de chuteiras - hipócritas!
Esquerda usa as "minorias": gays, mulheres, negros
O PT quer a ditadura: nunca foi tão claro!
Carta de um policial nos protestos de São Paulo

PSTU garante solução para os sem-teto de Campinas
Muito mais mortes de índios: agradeça ao PT
Por que o socialismo não dá certo?
Em defesa dos direitos reprodutivos das mulheres
O racismo das cotas - por Helio de la Peña
Progresso: homossexuais
E, enfim, o Chavez se calou! 
"Esquerdistas" se tornaram pior que direita
Blogueira cubana: Esquerdistas não aceitam opiniões contrárias
O grande "legado" da esquerda ao Brasil!
Minha decepção com os petistas
A verdade sobre o péssimo governo Lula 

Nenhum comentário:

Postar um comentário