segunda-feira, 5 de novembro de 2012

Homenagem póstuma ao dia de finados

Hebe e seu sorriso espontâneo
Acho muito triste quando as pessoas só se lembram de quem amam após eles morrerem. E acho ainda pior quando alguém antes criticado vira santo só porque morreu.
Pois é, o dia de finados já foi desta para melhor, mas ficou na minha cabeça uma homenagem que não queria deixar de fazer. E vou homenagear o dia de finados depois de ele já ter ido embora...
Mas não vou aqui endeuzar pessoas só porque morreram. Em especial, não vou aqui rasgar seda para a Hebe Camargo. Não, eu nunca fui fã dela. Eu jamais vi um programa da Hebe, como jamais vi vários outros programas do SBT, como Chaves, Bozo ou novelas mexicanas. Sempre achei o SBT em geral, e a Hebe em particular, muito bregas. Além do mais, sempre soube que a Hebe usava seu programa para fazer campanha para seu politico predileto, o Maluf. E quem faz campanha para o Maluf certamente não merece minha audiência.
Mas o fato de eu não ser fã dela não me impede de reconhecê-la por seus feitos e suas qualidades. Porque só quem é muito imaturo acha que existem pessoas boas e pessoas más. A verdade do mundo é que todo mundo tem um lado bom e um lado mal e cabe a nós avaliar qual lado é mais importante dentro dos nossos valores. A Hebe nasceu com a TV brasileira, era a história viva da nossa mídia maior. A Hebe tinha carisma, não há como se negar isso. E a Hebe tinha um sorriso, uma alegria que vinha do fundo do peito, que contagiava. Foi com esse sorriso que ela enfrentou o câncer e nos deu um exemplo tão bonito quanto do nosso ex-presidente José Alencar (vide aqui). A Hebe era grande amiga da saudosa Nair Belo, outra mulher de sorriso largo e contagiante. Não é difícil de se imaginar como era divertido um encontro das duas...
O céu certamente agora está mais alegre. A Nair contando piadas para a Hebe... E meu vô, solteiro por lá, certamente vai tentar se juntar ao papo e dar uma beliscada nas pernas da Hebe, pois sempre foi "tarado" por ela.

Outros que deixaram saudades
Homenagem aos finados dormindo...
- Os três malandros
- Chico Anysio: Um país com menos sorrisos
- Políticos Montoro, Covas e Ulisses: O fim de um sonho - PSDB 
- Michael Jackson: Um talento único e uma grande vítima!
- Mário Lago 100 anos
- Itamar Franco: O melhor presidente
- Paulo Renato: Um grande líder
- José Alencar: Um exemplo de pessoa

Nenhum comentário:

Postar um comentário