quinta-feira, 21 de junho de 2012

Por que agora torço para o Boca?

Eu pensei em simplesmente falar parabéns aos curintianus hoje. Parabéns porque ganharam na bola. Fizeram dois ataques, chutaram duas vezes a gol e fizeram dois gols: isso é eficiência. Desta vez não foi o juiz (embora se tirarmos os títulos dos juízes, os curintianus devem ter menos títulos que o Tolima). Parabéns porque foram muito bem postados em campo e conseguiram anular o Neymar e o belo ataque do Santos. Isso é torcer, sabe, pessoal: é saber ver a verdade, é saber assumir quando se é pior. E desta vez o Santos mereceu perder.
Torcer não é achar que o Ronaldo era o melhor do mundo em 2008 e o Adriano em 2011, porque não eram. Torcer não é achar que é melhor que os outros. Torcer não é citar uma goleada roubada de uma década atrás. Torcer não é achar que temos o direito de ser grossos, deselegantes, mal-educados, só porque nosso time ganhou. Torcer é sempre esperar ver seu time jogando direito e conquistando tudo no campo. Estava tentando me manter neutro, mas acabei de ver que um idiota, sim, não há outro nome a dar a um ser sem educação como esse, colocou como comentário de um post sobre POLÍTICA meu a seguinte frase:
"CHUPA NEYMAR!!! CHUPA BORGES (O JOGADOR)!!!!"
O idiota nem sabe ler direito, pois nem procurou um post sobre futebol. Idiota e covarde, né, porque postou a frase de forma anônima.
Noooossa, que engraçado. Nunca ri tanto, caro imbecil! Quando ganham, ele não festeja a classificação, não festeja a vitória, mas sim pede para os outros homens os chuparem: jeito bem diferente esse de comemorar uma vitória... Bom, pode-se falar que o Neymar e o Borges ontem não fizeram valer sua superioridade: mas gays eles não são. Se o caro "leitor" é gay e adora imaginar-se sendo chupado pelo Neymar, opção dele. Opção que eu respeito, pois não acho demérito nenhum ser homossexual. Aliás, opção de grande parte da torcida curintiana, maioria absoluta na parada gay nos últimos 16 anos. Os torcedores mais rosas do Brasil adoram que outros homens os chupem: é lindo ver como é uma torcida sem preconceito.
A verdade é que a maioria os curintianus tem complexo de inferioridade no sangue. Sim, INFERIORIDADE. Por que não conseguem comemorar sua vitória? Porque  eles sabem que tem um time inferior ao Santos e o importante, na visão pequena deles, é tentar denegrir o Neymar, jogador de um nível que eles nunca tiveram.A comemoração dos curintianus mostra que o que mais os incomoda é não ter um Neymar. Pois eles não falam do bom goleiro, do belo gol do Emerson, do técnico eficaz: falam do Neymar. Os curintianus tem mais admiração pelo Neymar que os próprios santistas. A inveja é uma m.... mesmo!
Quem ganha e sabe que é bom, elogia os seus, festeja suas conquistas. Quem se sente inferior, ataca o que lhe incomoda. E isso não vale só para futebol, meus caros leitores!
Nessa inferioridade, eles vivem desrespeitando os outros. E não é a toa que todos os outros são anti-curintias. Os curintianus adoram se dizer perseguidos, vítimas, se fazer de coitados. Mas os outros torcedores torcem contra não porque eles são humildes, injustiçados, mas porque são insuportavelmente chatos e mal-educados (lógico que há excessões, conheço até uns dois ou três curintianus do bem, mas nessa torcida eles realmente são excessões!).
Bom, o Santos perdeu. Perdeu porque o curintias, no seu estilo, jogou bem (sim, não tenho nenhum problema em falar isso). Perdeu também porque o Ganso praticamente não entrou em campo nesses 180minutos. Perdeu porque o Muricy não viu um jeito de furar a muralha da defesa adversária. Perdeu porque praticamente só o Neymar estava realmente lutando tudo o que podia. Perdeu porque a defesa do Santos é horrorosa e tomou dois gols que não poderia ter tomado. Não vamos poder, agora, ganhar o tetra da Libertadores ou o tri-mundial.Mas, acho que já mostrei acima porque odeio MUITO o curintias. Agora vou ter que fazer algo que nunca imaginei: torcer pelo Boca, com toda a paixão do mundo. Pois depois de tanta falta de educação com resultados tão menores do que eles tentam dizer que são, será insuportável imaginar o quanto grossos eles seriam se ganhassem seu PRIMEIRO título internacional.
Só para fechar: todo o comentário acima se resume a futebol. Xingamentos é coisa de quem não tem educação, é problema de berço, não de futebol.  Futebol nada tem a ver com violência - isso é coisa de gangue que merece ser presa. Futebol vale comentários, vale algumas lágrimas como as que rolaram ontem no meu rosto, vale até brincadeiras (no limite do respeito). Mas é só isso. Futebol é brincadeira, diversão e paixão ESPORTIVA.
PS. Antes que percam seu tempo, já adianto: os comentários deste blog são moderados. E qualquer tipo de grosseria como a acima será simplesmente apagado.

Veja também:
O futebol é uma caixinha de surpresas
Crime organizado com o apoio do governo e dos times de futebol
A maior injustiça da história do futebol
Valeu, Santos!
Pêsames e parabéns aos Corinthianos
Futebol não vale tudo isso
Por que estou tão feliz
Momento de GRANDE felicidade
A copa que envergonha o Brasil
E a olimpíada? Mais absurdos...

7 comentários:

  1. Marcos, não acho que é válido seu comentário sobre a grosseria no futebol. Futebol é assim. Sempre foi assim. TODOS os times são assim. E em relação a palavra "chupa", não acho que as pessoas à falam no sentido literal da palavra. É mais no sentido de "se ferrou". E você sabe disso.

    Não digo que temos complexo de inferioridade, mas sim, complexo de perseguição. O que não chega a ser um complexo, mas sim uma realidade. É fato que o Corinthians é time mais invejado do Brasil, não sei o Flamengo chega a isso. Mas não existe torcedor no Brasil que comemore mais a vitória do que o corinthiano. Quando é para ofender algum outro torcedor, o alvo é o derrotado, e não o torcedor de São Paulo ou Palmeiras por exemplo. Os outros times a maioria das vezes quando ganham de outros times fazem questão de lembrar do Corinthians. Que é inclusive o que você faz em muitos post seus, falando da história do Santos e citando gratuitamente o Corinthians.

    E você tem razão em torcer para o Boca. O Brasil inteiro vai torcer para o Boca. Esse é o futebol, meu amigo... RIVALIDADE, e não troca de gentilezas e elogios.

    E pare de escrever Corinthians e corinthianos do jeito que você escreve, não tem graça...

    E acho que os comentários

    sds

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vinicius, seu post foi educado e inteligente e por isso está aqui.
      Eu escrevo errado sim, porque escrevo como os torcedores falam: é uma provocação, coisa que seus torcedores fazem sem parar.
      Eu não citei gratuitamente o Corinthians. Falei parabéns aos corinthianos quando ganharam o título: você viu isso? E citei o Corinthians quando falei quando me apaixonei por futebol: aprendi junto a amar o Santos e odiar o Corinthians pela sequencia sem fim de roubos, que a torcida do seu time aceita e até apoia, como se o importante fosse o título, mesmo sem merecê-lo.
      Rivalidade existe, mas não precisa ser igual a falta de respeito.
      A palavra chupa vem de traduções pobres dos americanos: suck my ass! OU seja, é mais gay ainda!

      Excluir
  2. Não completei meu pensamento:

    Acho que os comentários deviam ser abertos, onde está a polêmica, se não o forem?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este é um blog pessoal e tento manter um certo nível. Não tenho porque ficar publicando posts desrespeitosos ou sem educação.

      Excluir
  3. O pior é que eles nem gol comemoram.. eles comemoram gritando chupa anti-corintianos! Torcidinha ridícula!

    Contudo existe um fato: Neymar precisa voltar a jogar bola! Ele e o Ganso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Neymar se esforçou. Agora o Ganso não apareceu o jogo inteiro. Sem ele distribuindo a bola, seria difícil mesmo!

      Excluir
  4. Não publiquei aqui dezenas de comentários grosseiros e desrespeitosos. Acho incrível como os torcedores do mal não conseguem interpretar textos: leiam o texto acima com equilibrio e justiça: o texto fala muito mais bem do curintia que do Santos. E critica muito mais o Santos que o outro. Mas porque eu não digo apenas o que eles querem ouvir, embora não use em nenhum momento grosserias contra a torcida adversária, eles se acham no direito de encher os comentários de palavrões. Só usei palavras mais fortes contra uma pessoa, que fez um comentário grosseiro e totalmente despropositado antes deste post ser escrito (e por causa desse comentário é que escrevi). Esta é a verdade! A justificativa real para tantos comentários grosseiros é só um: falta de educação!

    ResponderExcluir